6 razões por quê bons funcionários renunciam

razões por que bons funcionários renunciam

Actualmente, o conceito de lealdade à empresa é muito diferente de alguns anos atrás. Os funcionários talentosos que se sentem frustrados no seu trabalho não hesitarão em procurar outro emprego.

De quem é a culpa? Para as empresas, que muitas vezes não sabem como reter talentos, aqui estão seis razões (distantes do salário) pela qual um bom empregado renuncia:

  • Sem visão

Bons gerentes têm uma visão do futuro , um plano de futuro para os seus negócios. O gerente é um visionário que consegue unir a sua equipa em torno dos objectivos comuns que [os empregados] conseguirão graças a estes. Se o treinador não tem uma visão clara, o empregado não pode projectar o seu futuro a longo prazo no negócio.

  • No sentido de propósito

Nem sempre é fácil criar um sentimento de pertença numa grande empresa. No entanto, para um bom empregado permanecer numa empresa, deve sentir-se em “casa”. Se a empresa não lhe faz sentir que ele é parte do quebra-cabeça e pode fazer a diferença no nível de actividade, o empregado vai sentir-se inútil.

  • Sem empatia

Com a crise económica e o vigor inconstante do mercado de trabalho, há cada vez menos lealdade na relação empregador-empregado , um lado ou do outro. No entanto, há uma maneira simples e livre para um gerente para criar ainda um clima de confiança: deixá-la porta aberta, ouvir as reivindicações de seus empregados, e fazer todo o possível para ajudá-los a resolver seus problemas.

No entanto, um funcionário que se sente nem ouviu nem apoiado por sua empresa irá deduzir que este último não se importa com ele um grande motivo para sair.

  • Sem motivação

Bons funcionários prestam menos importância ao seu salário, se trabalham em algo que os apaixonam . A compensação financeira não é motivação suficiente para manter bons talentos: é preciso também ser capaz de despertar o desejo dos trabalhadores para fazer um bom trabalho.

Um funcionário que dá tudo no seu trabalho, mas não recebe nenhum elogio ou feedback do seu chefe, que vê nenhum conjunto de meta ou tem a sensação de trabalhar num vácuo, vai perder toda a sua motivação. E, provavelmente, procurar outro lugar…

  • No futuro

Bons funcionários têm a ambição e procuram avançar nas suas carreiras. Mesmo em empresas onde as avaliações de desempenho são realizadas regularmente, os funcionários nem sempre sabem como evoluir horizontalmente ou verticalmente neste negócio. O papel do gerente é ajudá-lo. Se um funcionário expressa um desejo de mudar de emprego e o seu empregador não é capaz de ajudá-lo, ele irá embora.

  • No “diversão”

Muitas start-ups e empresas procuram eliminar a fronteira entre o trabalho e a diversão. Muitas estratégias existem para fazer os funcionários felizes: happy hour no escritório… Apresentar o trabalho como algo diversão e flexível, deixando grande liberdade de organização aos empregados pode ser positivo. Especialmente porque 8 horas sentado no mesmo escritório, pode parece menos atraente para muitos empregados (jovens).

Deve almoçar com os colegas? Dicas para facilitar a sua rotina profissional

almoçar com os colegas

No seu último almoço, você teve vontade de espetar o garfo na sua mão? Estava no final de uma mesa de nove pessoas, ouvia-se à metade, não percebeu nada e passou a refeição toda de boca fechada para que ninguém visse o pedaço de salsa preso entre o seu dentes da frente. Não há nada mais frustrante do que ser invisível num evento social. Na verdade, a pausa para o almoço é muito mais do que apenas a ingestão nutricional. Infelizmente, equívocos, o medo de errar podem fazer-nos cometer ainda mais erros. O que podemos fazer e não fazer durante um almoço?

Devemos comer com colegas todos os dias?

Não, não e não. Nós absolutamente não somos obrigados a comer todos os dias com os mesmos colegas. Muitas vezes o grupo permanece um circuito fechado e os participantes passam o seu tempo criticando os outros, o que não é absolutamente produtivo. E então nós temos o direito de fazer qualquer coisa. Como encontrar um amigo próximo do seu trabalho ou almoçar com outras pessoas da empresa para ventilar o cérebro, sem que isso seja visto como uma traição pelos nossos vizinhos de escritório. Não peça desculpas! Como se costuma dizer: “Quem pede desculpas acusa a si mesmo”. Se dizemos que vamos comer noutro local elegantemente, não deve ser problema para o resto da equipa.

Mas: é claro, não vá para o outro extremo, pois corre o risco de ser um snobe. Se as pessoas da sua equipa almoçam juntos várias vezes por semana, não é uma boa ideia não ir lá.

Comer sozinho no seu computador é vergonhoso?

Somente com a sua bandeja de salada, você ri estupidamente na frente do seu ecrã (algo que você já faz oito horas por dia)? É verdade que é um pouco triste! O almoço é feito para relaxar. Contudo, seria melhor desligar um pouco e ter tempo para si mesmo.

Mas:  você pode comer sozinho… desde que esta seja uma escolha. Se os seus colegas agem como se não existisse, não actue como a vítima. Diante de um grupo fechado nós devemos afirmar-nos rapidamente. Peça ir todos comerem juntos, deixe-os saber que gostaria de ir com eles ou que você conhece um lugar agradável onde almoçar no bairro.

Quanto mais, melhor?

Falso. Você quer ser essa pessoa que convida aos seus colegas de escritório, colegas de outros departamentos e até mesmo os estagiários para o almoço. No entanto, não estamos no dia do vizinho. Quando convida a muitos para uma refeição, a alquimia dificilmente opera dentro do grupo, a conversa quebra… Alguns são tímidos e modestos, outros um pouco surdos, para não mencionar os auto-centrados que vão adorar só falar deles por trinta minutos. É preferível almoços de 4 pessoas, a fim de evitar a perturbação da quinta pessoa na extremidade tabela.

Mas:  se você alguma vez se encontra preso num almoço com quinze pessoas, o principal é observar quem está sentado. Assim escolher um lugar com pessoas à volta que sejam do seu interesse. Dado que será com eles que você vai falar durante a refeição.

Você pode comer um hambúrguer com batatas fritas duplas?

Sim e não. Se você está a divertir-se comendo um hambúrguer, aproveite. Talvez você desinibe outros colegas que secretamente sonham, fingindo hesitar entre uma salada e a sopa do dia. Seja você mesmo… mas com precaução. A questão não é peixe ou hambúrguer, mas sim como você está a comê-lo. Tenha cuidado para não ser aquele que come como dez e será o primeiro a pegar na garrafa de vinho. Isto dá um excesso de impressão. Não se esforce. Comer o mesmo prato que o seu cliente ou colega não o vai tornar mais confiante.

Mas: evitar os mesmos pratos e ingredientes que deixam vestígios. O cliente com quem você tem um compromisso no início da tarde será grato. E ninguém vai ser feliz em dizer-lhe “você tem um pouco de algo entre os dentes lá”.

Podemos convidar ao almoço a estranhos?

Um grande sim. Este é também o interesse do conceito almoço de negócios: rede de trabalho num momento de relaxamento. Então você pode convidar à Cláudia, a quem você nunca disse mais de que um “Olá”. Convide aos seus almoços pessoas que você realmente interessado em conhecer. Como convidar o estranho à sua mesa? Basta perguntar, simplesmente, francamente. “Eu vi que você tinha trabalhado em tal registo. Gostaria muito de almoçar com você.

Mas: se quiser convidar que não está perto de si, é preferível falar com ele por telefone que por email. Porém, se sabe que irá ser uma conversa muito curta,  envie-lhe um e-mail. Se a pessoa não responder, não pense que não está interessada. Por correio, deve-se esperar que a pessoa pode não ter lido a nossa mensagem.

Existem quaisquer assuntos tabu não abordados?

Não. Tudo depende do seu nível de intimidade com os seus colegas. Abordando temas que podem picar um pouco (política, religião, dinheiro) é refrescante. Contudo, para acalmar as coisas, inicie um debate sobre alimentos ou feriados.

Mas:  deve ter sempre muito tacto em como falar. Assim como se sentir que há alguém que está ficar incomodado mude o assunto. Nunca deixe que a conversa se torne numa discussão.

Poupar é sempre uma boa ideia: conheça a MaisCupão

Esta semana, estive a navegar pela Internet para ficar a conhecer novos produtos e sites. A verdade é que o mundo da tecnologia de ponta é muito mais caro do que os fãs gostariam. É por isso que hoje eu quero apresentar a MaisCupão porque poupar é sempre uma boa ideia. Trata-se de uma plataforma web que nos permite poupar em tecnologia. Este tipo de site são muito úteis para um empreendedor, pois em etapas iniciais é preciso poupar ao máximo.

Os códigos de desconto online não são usado muito no nosso país, no entanto, estes são muito úteis, pois nos permitem reduzir o preço de nossas compras com facilidade. Com a MaisCupão, é muito fácil poupar em tecnologia com códigos de desconto, já que você não precisa se registar. Embora eu esteja registado para assim poder receber por e-mail as melhores ofertas por semana.

Sobre MaisCupão

Eu vou explicar um pouco como a web de MaisCupão para que você também possa poupar em tecnologia com códigos de desconto. Primeiro, temos que diferenciar entre ofertas e códigos de desconto. No site MaisCupão, as ofertas são vermelhas e levá-lo directamente para a parte da loja onde a promoção é. Os códigos de desconto são azuis e têm outro processo de utilização.

Para usar um código de desconto, você terá que clicar em “Exibir código”, uma janela será aberta em que um código alfanumérico aparecerá e você terá que copiá-lo. Depois, você vai à loja e, uma vez que você adicionou seus produtos à cesta, cole o código na secção perguntando se você tem códigos de desconto e você verá como o preço de sua compra é reduzido.

Desta forma, você pode poupar dinheiro em tecnologia com códigos de desconto e ofertas em lojas como Amazon, Linio, Godaddy e Garmin. E isso não é tudo, porque, como eu sei, você também leu de fora de Portugal, esta empresa tem disponível MasCypon Espanha, México, USA, Chile e Argentina para encontrar descontos nesses países.

O que pode encontrar?

Você encontrará ofertas de ordenados, smartphones, impressoras… Todo o material necessário para o seu escritório . Você pode pesquisar directamente na loja ou no produto que você precisa na barra de pesquisa. Você também pode verificar os cupões dos seus tops, como o os 20 cupões recomendados. Ou se preferir, use as suas categorias que encomendam os cupões por tema.

Você não pode reclamar sobre a variedade de códigos de desconto ou a simplicidade do seu site. Isso ajudou-me muito a poupar nas minhas últimas compras de tecnologia. Por exemplo, há menos de um mês eu apaixonei-me por um smartphone da Xiaomi e achei pela metade do preço graças a MaisCupão.

O que você acha de poupar em tecnologia com códigos de desconto? Você sabe de outras formas eficazes de poupar dinheiro? Aguardo os seus comentários.

Erros a evitar no Marketing Digital

Hoje vamos ver uma lista de erros a evitar no Marketing Digital na hora de criar campanhas. Vamos dar uma olhada?

Não ter os objectivos da campanha claros

Um dos maiores erros no marketing digital é não estabelecer metas analíticas antes do início de uma campanha. Assim sendo, sempre antes de nada, você precisa definir metas (vendas, formulários completar, chamadas, inscrições, etc.) e garantir que o seguimento analítico é devidamente configurado se você quiser ter sucesso.

Não atingir o público certo

Mesmo que uma marca esteja a criar conteúdo de excelente qualidade, você vai perder grandes oportunidades se você não dar o passo extra para promover ao público certo e no momento certo.

Definir públicos específicos não apenas em descrições pessoais, mas também em comportamentos é essencial. Usar o acompanhamento de pixeis de seguimento e as cookies para alcançar as pessoas que visitam o seu site e/ou se juntam à sua lista de e-mail é uma boa medida.

Aumente a sua finalidade social para além da idade, sexo, educação e interesse em temas camadas em intenção de compra e eventos de vida relevantes.

Serviços móveis

Serviços móveis estão a tornar-se na plataforma digital dominante usada pelos consumidores. Estes serviços hoje representam o 62% de todo o tempo da media digital. De acordo com a ComScore, as aplicações representam mais do 50% de todo o total. Com tudo isso em mente, é importante que a estratégia móvel que você usar no seu site seja a adequada.

Você tem que começar a considerar que muitos dos seus usuários já estão a interagir com você através dos seus telemóveis, pelo que você sempre tem que ter em mente várias maneiras de melhorar o modo dessa experiência.

Espero que esta lista com alguns dos erros a evitar no Marketing Digital tenha sido útil.

Se você conhecer mais algum, não duvide em deixar um comentário na secção em baixo.